Grupo Solverde

Grupo Solverde

1972 - Manuel de Oliveira Violas funda a 12 de Abril a Solverde - Sociedade de Investimentos Turísticos da Costa Verde S.A, liderando um grupo de investidores da região de Espinho.

Vocacionada para a área turística, a Solverde surge com o intuito de conjugar lazer, animação, cultura, investimento e emprego.

1973 - Ganha a concessão do jogo em Espinho, começando a operar em 1974.

1982 - Inauguração do actual edifício do Casino Espinho. Considerado à data da inauguração, o maior do país e, possivelmente, da Europa em área útil.

1984 - Construção do Hotel Apartamento Solverde, em Espinho.

1998 - Renovação do contrato de concessão do jogo até 2008.

1989 - Inauguração do Hotel Solverde SPA & Wellness Center, situado na praia da Granja, considerado um paraíso de "cinco estrelas” pelas excelentes infraestruturas, localização frente à praia e pela qualidade dos serviços prestados.

1991 - Morte do fundador Manuel de Oliveira Violas, a gestão do grupo passa para o seu filho Manuel Violas.

1992 - Solverde reconhecida como a melhor empresa do ranking do setor hoteleiro.

1995 - Casino Espinho sofre uma renovação profunda com o objetivo, conseguido, de se tornar na maior e mais conceituada sala de espetáculos do Porto e de todo o Norte do país.

1996 - Inicia-se a exploração dos Casinos do Algarve (Vilamoura e Monte Gordo).

1997 - Bodas de Prata Solverde e início da exploração do Casino Praia da Rocha, o primeiro casino-hotel do país.

2001 - Novo ciclo de remodelações em Espinho que o tornou num dos mais modernos da Europa.

2002 - Atribuída a concessão do jogo em Vidago-Pedras Salgadas.

2003 - Remodelação do Hotel Algarve Casino.

2008 – Início da exploração do Casino Chaves em Janeiro e em Junho é inaugurado o Hotel Casino Chaves.

2009 - Remodelações dos espaços e parque de máquinas no Casino Espinho, Casino Vilamoura, Hotel Algarve Casino e Hotel Casino Chaves.

2012 – Solverde comemora 40 anos de atividade.

Graças a todas estas iniciativas, a Solverde passa do âmbito meramente regional para o panorama nacional, tendo-lhe sida atribuída, já por duas vezes, a "Medalha de Mérito Turístico em Ouro” como reconhecimento por parte do Governo de todo o esforço efetuado em prol do setor.

Os Casinos Solverde deixaram assim de ser espaços quase exclusivamente vocacionadas para o jogo, para se tornarem em valências direcionadas para os setores de animação e de cultura, não só porque se terem tornado em áreas abertas às mais variadas manifestações de natureza cultural, como também porque ali passaram a exibir-se espetáculos que dignificam a música e os artistas portugueses e estrangeiros.